Vai comprar da China? Então veja essas dicas para evitar as taxas!

Todo mundo que importa da China com o objetivo de economizar sabe que corre o risco de ser taxado na alfândega brasileira pela Receita Federal.

Quer começar a importar da China para revender e começar a ganhar um bom dinheiro com isso? Clique e aprenda os segredos.

Provavelmente você já deve ter ouvido falar de pessoas que fizeram encomendas de alto valor, mas que não foram taxadas enquanto outras compraram coisas pequenas e sofreram com a taxação. Por que isso acontece?

Bom, o número de fiscais da alfândega é bem menor se compararmos ao volume de encomendas que chegam ao Brasil todos os dias. Por isso, é realizada uma escolha aleatória de encomendas para a inspeção e, algumas delas serão, inevitavelmente, tributadas.

Como reduzir a chance de ser taxado

1 – Peso e dimensão do pacote

Quanto maior e mais pesado for o pacote que você encomendou, maiores as chances de ser taxado. Em alguns casos, quando a encomenda é grande, a chance de ser taxado é alta.

Para quem importa para revender, costuma ter medo de perder nos lucros por causa do valor das taxas, o que acaba sendo uma tempestade em copo d’ água. A economia da compra compensa o valor das taxas.

2 – Quanto mais baixo o frete, menores as chances de taxas

Sim, por isso evite os fretes das empresas Fedex,UPS e DHL Express, pois as chances de ser tributado são muito altas. Isso acontece porque a legislação brasileira se preocupa em recolher os impostos antecipadamente.

3 – A regra dos $50 dólares

Segundo a lei brasileira, os produtos comprados por valores de até US$ 50 não são taxados. Mas esse é um tema que causa muita confusão e polêmica.

Se você recebe encomendas de pessoa jurídica, essa regra de cima não vale e você pode sim ser taxado. Por isso, algumas empresas da China enviam seus produtos para o Brasil como pessoa física para evitar esse problema.

O caso é que, os fiscais, ficam atentos ao “jeitinho brasileiro”, já que muitos compradores pedem aos vendedores para declararem valores mais baixos para fugir da taxa quando, na realidade, eles valem mais. Sabendo disso, os fiscais ficam de olho nessa artimanha e, se acharem que o produto custa mais do que foi declarado, vão taxar a sua encomenda.

O problema é que muitas vezes essa taxa é injusta. Mas ela pode ser contestada! Vá atrás dos seus direitos!

4 – Cuidado com as caixas que tem logotipos

Lojas que enviam caixas com logotipos caprichados e com desenho são mais visados na hora da fiscalização da Receita. Por isso, prefira as lojas que enviam sem logos.

Pesquise antes de comprar, pois, quanto mais simples e discreta for a caixa, menor a chance de taxa!

5 – Simule o imposto

Como é uma espécie de roleta russa, é bom se prevenir acerca do valor do imposto, para evitar as surpresas. Saiba como calcular o imposto aqui.

Quer começar a importar da China? Roupas, perfumes e tudo mais o que quiser? Clique e saiba todos os detalhes.