Dúvidas frequentes sobre o Dropshipping – Parte 1

O Dropshipping é uma prática excelente para quem quer começar a importar da China e ganhar dinheiro, mas que não pode investir muito inicialmente.

Ainda não sabe o que é o trabalho com Dropshipping? Então saiba todos os detalhes aqui.

Você já se cansou de trabalhar para os outros? Quer ganhar o seu próprio dinheiro trabalhando em casa? Então clique e conheça o curso “Como Importar da China”.

FAQ Dropshipping

É preciso saber inglês para conseguir trabalhar com o Dropshipping?

Não necessariamente, especialmente se você usar o Google Tradutor. A grande maioria dos fornecedores chineses tem sites em inglês. Agora, se você sabe falar inglês, isso facilita as coisas, especialmente na hora de negociar diretamente com o fornecedor. Já saber mandarim pode ser sim um grande diferencial.

Como encontrar fornecedores de confiança?

É preciso pesquisar bastante. No curso “Como Importar da China”, você também encontra uma lista de fornecedores confiáveis. E lembre-se: para que um negócio com dropshipping dê certo, é preciso ter um fornecedor de confiança, já que ele é quem vai efetuar todo o processo de logística da sua encomenda até o cliente.

Como faço para não ser taxado na alfândega brasileira?

Essa é uma das dúvidas mais comuns sobre o assunto. Não há como fugir das taxas alfandegárias, já que esses são impostos previstos em lei. Toda mercadoria que entra no Brasil (valor dos produtos + frete) com valor superior a US$ 50,00 pode ser taxado em 60% sobre o valor.

Mas, mesmo que a mercadoria tenha valor inferior aos US$ 50,00, ela pode vir a ser taxada, caso o fiscal da alfândega ache que o seu produto tenha um valor superior. Os únicos produtos livres de taxas são medicamentos com receita médica e livros destinados a pessoa física.

Por isso, o ideal é já estar preparado para possíveis taxações e conhecer bem o valor dos impostos e custos de importação do seu produto da China até o Brasil.

O que acontece se a minha mercadoria for taxada?

Quando um produto é taxado, ele fica retido nos correios (neste caso, a encomenda vai para a agência dos correios mais próxima do endereço do destinatário) e a pessoa deve arcar com as taxas. Se o seu produto for direto para o cliente, ele deve arcar com os custos.

Quer importar da China e ter sucesso? Então saiba mais detalhes aqui!