Importando da China para Revender

Quando você está importando da China para revender, é importante organizar as suas atividades e criar um gerenciamento, como em qualquer outro negócio. Comprar e revender produtos chineses com uma margem lucro pode ser um ótimo negócio, desde que você tenha algumas noções de administração, logística e finanças. Cursos gratuitos de entidades como o Senac e Sebrae, podem oferecer esses conhecimentos necessários.

Ao estar importando da China para revender, você também vai tratar com questões internacionais, por isso, é adequado que se informe sobre todos os trâmites para que você atue de forma legalizada. Por mais que muitas pessoas digam ensinar, através de sites da Internet, como importar da China sem pagar impostos, o mais aconselhável é que você realize os pagamentos necessários. Como as mercadorias chinesas são muito baratas, mesmo pagando os impostos, os produtos continuam com preços competitivos no mercado virtual.

É comum que se fale sobre a falta de fiscalização no Brasil quando o assunto é impostos, porém, é melhor você montar o seu negócio e dormir despreocupado, sem o medo que a qualquer momento batam na sua porta e, aí sim, o prejuízo será grande. Outro item a ser muito pesquisando quando você estiver importando da China para revender é referente aos fornecedores que você vai escolher para trabalhar.

Existem muitas lojas virtuais na web que possuem um relativo sucesso, com muitos clientes, muitas vendas e muito lucro, assim, elas são os melhores lugares para você pesquisar quais são os seus fornecedores. Porém, esteja atento aos contratempos, como entregas com defeitos, atraso nos prazos, etc, aos quais você não estáimune. Quando tiver um problema com um fornecedor, por exemplo, reavalie continuar trabalhando com ele, problemas podem acontecer, no entanto, eles também trazem prejuízos e se eles se repetirem, o melhor é mudar de fornecedor.

Contratempos aos estar importando da China para revender

Quando você abre a sua loja virtual com produtos chineses ou vende as mercadorias através de outros sites, como Mercado Livre, você vai se deparar com todos os tipos de clientes. Como o poder de compra dos consumidores está maior, hoje em dia, é comum que eles planejem comprar muitas coisas e depois percebam que não deveriam ter feito isso.

Dessa forma, saiba que você vai ter clientes que vão querer devolver a mercadoria ou cancelar a compra antes dela ter chegado. Nem sempre você pode dizer um simples não ao consumidor, pois será um cliente que você vai perder e o qual certamente não vai indicar a sua loja as seus amigos e conhecidos. Por isso, crie regras para essas situações, com as quais você não saia no prejuízo, mas que ofereça uma alternativa ao seu cliente.

Já se o produto que o comprador receber estiver com defeito, é uma obrigação sua aceitar a devolução e providenciar o mesmo produto sem o problema. Por isso, certifique-se de que o produto foi recebido realmente com defeito, colocando prazos para que o cliente registre a reclamação. Por outro lado, os produtos viajam quilômetros para chegar até os compradores, o que permite que aconteçam situações que danifiquem a mercadoria no meio do caminho.

Se você tiver um estoque ao estar importando da China para revender e enviar o pedido por transportadora, escolha uma que ofereça segurança para o transporte do produto, o mesmo vale se você enviar pelos correios. Existem maneiras mais seguras, porém, mais caras de mandar produtos com segurança. Por esse motivo, muitos importadores preferem trabalhar com o dropshipping que, entre outras vantagens, o fabricantes envia o pedido diretamente para a residência do seu cliente, simplificando a entrega. Trabalhar em casa, ter o seu próprio negócio e uma boa grana no final do mês é uma grande recompensa, mas exige bastante trabalho.